quarta-feira, 3 de junho de 2015

O Blog originou um convite, o convite originou um LIVRO

Lembram-se de vos ter dito que tinha uma SURPRESA para vos contar?
diariodeumateresaroquettefotoslivro

Há uns meses surgiu um convite, que consistia na recolha de testemunhos de pessoas que estivessem a fazer ou que tivessem feito a dieta dos 31 Dias. O importante é que a ideia base da dieta estivesse presente. O convite procurava testemunhos inspiracionais para quem estivesse a traçar a sua batalha contra o peso a mais.

A ideia deste blog, DIÁRIO de Uma Teresa ‘Roquette’, surgiu na sequência do primeiro livro da dieta dos 31 Dias, depois de eu ter sentido necessidade de partilhar a minha luta, as minhas conquistas, vitórias e até mesmo as minhas derrotas. Como diz a Dr.ª Ágata neste novo livro, Comprometermo-nos com as redes sociais ajuda-nos a não falhar, sobretudo se sentimos que estamos a inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo

E foi assim que o meu primeiro post deste blog:

Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012


É verdade! Há dias cruzei-me na rua com uma amiga minha! Ambas lutamos contra o excesso de peso há anos por isso sabemos o quão angustiante é querer perder peso e não conseguir ou pior, perder e não manter!
Ela com muito mais dificuldades que eu, disse-me toda entusiasmada que tinha perdido 4kg num mês, sem passar fome, a fazer esta dieta! Como prenda de Natal resolvi oferecer-me a mim mesma o livro, e o meu objectivo é começar dia 2 de Janeiro de 2013, depois dos excessos do natal e Passagem de ano!

Depois deste dia comprometi-me a começar a dieta e comecei. Quem anda nestas lutas sabe o quão difícil é fazer uma dieta, e com esforço consegui alguns resultados iniciais, mas depois disso tive muitos altos e baixos, ânimos e desânimos, choro e desespero de quem se sentia sozinha, apesar de tudo.  No meu caso eu não era obesa, mas sentia-me mal com o meu corpo mas a maior parte dos meus amigos dizia que eu estava bem, que não precisava de emagrecer, etc, etc. A dada altura quase nos convencemos que aqueles quilos vieram para ficar e temos que nos resignar a um corpo que não o sentimos como nosso. Até um dia…

Um dia, foi o dia e já estávamos em Maio de 2014! Tinha tudo o que precisava para fazer um plano alimentar equilibrado; sabia o que podia e o que não podia comer; sabia em que pontos tinha falhado e que me fizeram desistir (como por exemplo o dia da asneira) e senti-me pronta para um novo começo. Aprendi a ouvir o meu corpo, fiz os ajustes que achei necessários, estive atenta aos sinais que ele me dava e a dieta fluiu com uma calma e tranquilidade indescritível! E consegui!

Aceitei dar a minha contribuição para este livro, na esperança de que alguém se possa identificar com o meu testemunho, ou com os testemunhos dos meus colegas que também participaram, e acreditem que há pessoas incríveis, com uma determinação desmesurada, que conseguiram resultados verdadeiramente avassaladores! Foi um privilégio conhecê-los, e senti quase que ‘pequenina’ a minha luta à beira da deles, porque se perder 12 kg foi difícil, imaginem perder 20, 30, 40 ou até mesmo mais de 60Kg!

Por isso deixo-vos um conselho, leiam o livro 'Juntos Conseguimos' e inspirem-se, se nós conseguimos, vocês também conseguem.

O lançamento do livro vai ser em Lisboa, dia 8 de Junho, pelas 18h30, na FNAC do Colombo. Aqui no Porto ainda não sei, mas quando souber vocês serão os primeiros a saber.

Beijos e abreijos e espero que tenham gostado das novidades!

3 comentários:

  1. Cada um tem a sua luta, por ter sido menos peso perdido não significa que tenha sido fácil, és uma guerreira acredita. Beijinhos .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Paula, beijo grande em ti Guerreira!! <3

      Eliminar
  2. Mas o peso que perdeu não foi propriamente graças à dieta do livro. Saltar o pequeno almoço, passar várias horas em jejum, almoçar uma concha de sopa, entre outras coisas, não são propriamente as regras da dieta dos 31 dias. Perdeu 12 quilos em pouco tempo porque esteve sujeita a um grande défice calórico. Tem o seu mérito claro, mas fez aquilo que estipulou para si mesma, não um nutricionista. Por isso, não consigo perceber como o seu testemunho se enquadra na temática deste livro.

    ResponderEliminar