SOBRE MIM

Olá, sou a Teresa, mãe duma Princesa que há 14 anos me fez descobrir o que era o Amor incondicional. Sou apaixonada por pequenas coisas e dou muita importância a outras tantas pequenas coisas. Adoro caminhar; passear na praia; ouvir música. Adoro uma cerveja gelada à beira rio com um saco de tremoços e amendoins ou simplesmente beber um Gin no Peter’s. Adoro desenhar e escrever mas não é quando quero, é quando o coração manda. Adoro dançar apesar da falta de jeito, o corpo agradece e a alma também. Trabalho na cidade onde nasci e pela qual sou apaixonada. Estou ligada às artes e usamos muito a expressão “A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios.”

* Querem saber mais? 

Please continue reading :)


(De vez em quando é preciso actulizar estes dados pelo que vou riscar alguns dados antigos e introduzir os novos)
Tenho 1 post no início deste Blog que fala sobre mim, mas achei por bem criar uma página única para o efeito e já agora, com alguma informação mais actualizada!
Eu sou uma mulher que dá pelo nome de Teresa, tenho 38 40 anos e sou do Porto! Meço 1,62m e peso actualmente 62kg (acho… tenho fugido da balança como o Diabo da Cruz) 51Kg (entretanto já passei dos 64 para os 49, estou estabilizada já há muito tempo nos 50/51kg).
Aos 10 anos lembro-me da minha tia me mandar vestir um soutien… Já tinha ‘peito’ e parecia mal andar ‘assim’! Sempre fui gordinha mas nunca com excesso de peso…
Aos 15 anos fazia a dieta da toranja; dos ovos cozidos; sei lá! Uma luta constante no excesso de peso que me atormentava diariamente! Com 18 anos estive em Londres 3 meses e vim de lá com 63kg! Só tinha um par de calças que me servissem e parecia uma bolinha! Tenho a cara redonda que se acentua quando engordo! No ano seguinte fui trabalhar para a RTP e conheci uma senhora que me falou na clínica do Fernando Póvoas! Já ganhava ordenado pelo que pude suportar as despesas das consultas e da medicação! Foi milagroso, perdi 12kg num mês! Não tinha fome porque além dos manipulados para emagrecer, na altura ele receitava uns inibidores de apetite que foram mais tarde retirados do mercado. Foi a minha felicidade, vim parar aos 50Kg! Claro que a minha família e amigos não gostaram da minha nova versão magra, mas eu andava nas nuvens! Consegui manter este peso inúmeros anos fazendo apenas a medicação de manutenção…
Bom, nunca me livrei do fantasma das dietas nem quando engravidei! Comia imenso à base de legumes ao ponto de me dizerem que a minha filha ia nascer verde! Nada disso, nasceu bastante saudável mas foi complicado gerir o aumento de peso na gravidez sem tomar medicação… Depois precisava de perder o peso que tinha ganho mas queria fazê-lo de forma mais saudável… foi então que no ano de 2002, fiz a dieta da LEV pela 1ª vez! Os resultados foram bons mas o pós LEV foi complicado. Apetecia-me comer este mundo e o outro depois de tanto tempo de abstinência de açúcares… Foi mesmo duro!
Em 2007 sofri de anorexia… Desci aos 47kg e ameaçaram-me de internamento! A coisa compôs-se mas eu sempre me boicotei a mim própria… mesmo com défice de peso eu tomava medicação às escondidas para emagrecer… É verdade, quem sofre destes distúrbios sabe ao que me refiro… sabemos o que fazemos de mal, mas fazemos à mesma!
Em 2008 divorciei-me e a minha vida mudou! Passei a ter tempo para mim; a ter uma vida mais descontraída e serena e voltei a ganhar peso! As condições económicas só me permitiram ir ao Póvoas muito raramente pelo que a medicação deixou de fazer efeito. Comecei a caminhar; fui para o Yoga; mas tudo serviu para eu ficar mais saudável mas o peso ganho ia-se mantendo. Em 2010 deixei de fumar e continuei neste caminho de peso em ascensão!
Em Maio de 2012 resolvi fazer novamente a LEV! Gastei uma fortuna e em 40 dias perdi 8,5kg mas depois… depois tive uma queda brutal de cabelo, assustadora mesmo e não tive dinheiro para manter, nem espírito! O que mais me custa é ouvir o meu namorado a dizer que quando eu quero consigo mas depois espalho-me ao comprido!
Por este pequeno/grande relato se pode perceber que também sou já perita em dietas; perdas de peso bruscas assim como ganhos!
Continuo descontente porque atualmente com estes 62kg tenho 10 a mais daquele peso que me faz sentir bem e o mais frustrante é não os conseguir perder… sem dinheiro para mais LEV; sem dinheiro para o Póvoas mas o mais grave é sem crédito em mim! (Podem ficar a saber mais se lerem o blog a partir do dia 5/05/2014).
Todos os dias são uma luta interior com o posso ou não posso; quero mas não posso; devo e não devo… Actualmente vou ao ginásio 3 vezes por semana, faço aulas de cycle; abdominais e também faço treinos programados. Ao domingo faço yoga mas mesmo assim nada disto me faz perder peso. Tenho a plena consciência que só no dia que fechar a boca é que vou conseguir. E CONSEGUI!
Actualmente tenho uma vida social mais activa, juntei-me com o meu namorado/Principesco que por sua vez tem uma filha /a princesa mais nova por isso lá em casa agora somos quatro: eu/Principessa; ele/Principesco; a princesa dele/Princesa mais nova e a minha/Princesa mais velha. De três em três meses somos 5 (a minha mãe fica connosco 1 mês inteiro). Cozinhar para tantos mais o meu almoço do dia seguinte; ter em atenção os gostos de cada um e o que cada um de nós pode ou não comer não é tarefa fácil, por isso aos fins-de-semana temos uma tendência enorme para comer fora (o que não ajuda em nada à minha boquinha).

Posto isto, aqui neste blog falo de tudo: vida; exercício; dicas; receitas; medos; conquistas; derrotas; cair; levantar; voltar a cair e voltar a endireitar… É assim a vida desta aspirante a Teresa ‘Roquete’ com dias bons e dias menos bons!

Bom, com tempo vou reescrever este texto mas basicamente estou estabilizada no peso há 2 anos (na casa dos 50/51Kg), sou super feliz com tudo aquilo que como e faço as minhas asneiras quando tem de ser!
Actualmente vivo sozinha com a minha princesa. A vida dá voltas e voltas mas o mais importante de tudo, é não ficar parada a ver a vida passar. Eu vou, atiro-me e mergulho. Nunca me afundei, mas por vezes é difícil voltar a ter pé!

Enjoy the ride!

9 comentários:

  1. ola chamo-me Carla e vivo na Suica, estou no 24 dia da dieta e sinto-me mt bem e nunca me foi tao facil fazer uma dieta como esta, as vezes tenho de improvisar a qui e dificil encontrar certas coisas. Quro perder 20 kg meco 1.52 e pesava 72 kg agora nao sei como estou enho medo de me pesar mas sinto na roupa que ja entra melhor. Queria pedir a sua opiniao estava a pensar em acabar a fase 2 e regressar novamente a fase 1 que acha e que e mt peso para perder. Mt obrigada pelo blog mt bom. Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla, parabéns desde já pela decisão de perder peso. É muito importante não só pela estética, mas também pela nossa saúde! Perder 20 Kg não será fácil, tem de ser persistente e ter uma grande força de vontade mas já percebi que não irá ser um problema.

      1º - Acho que se devia pesar porque é a única forma de conhecermos como o nosso corpo reage melhor ou pior a certos alimentos. Eu odeio pesar-me mas por outro lado gosto das surpresas boas, e as más, fazem-me continuar e persistir.

      2º - Concordo consigo quando me pergunta se deve regressar à fase 1, o nosso corpo habitua-se depressa demais e depois deixa de reagir, apesar de todos os esforços. Quanto mais tempo permanecer numa fase, mais lentos serão os resultados. Além disso, a primeira fase é a que nos faz perder mais e tendo em conta que o seu objectivo é grande, parece-me uma boa estratégia.

      3º - Estas minhas andanças em dietas permitiram-me aprender muita coisa e deixo-lhe mais duas ou 3 dicas:
      - Durante algum tempo, tente não comer mais que uma peça de fruta por dia (a frutose é imensamente saudável mas num processo de emagrecimento não abona a nosso favor);
      - As doses recomendadas nesta dieta são imensas, tente reduzir ligeiramente a quantidade de proteínas e pode compensar nos legumes;
      - Habitue-se a comer menos e evite as ceias. Quanto mais comemos, mais vontade temos de comer mas com força de vontade conseguimos mudar os hábitos.

      Acho que o mais importante está dito e resta-me desejar-lhe boa sorte! Qualquer coisa, sabe onde me encontrar! Beijinhos e boa sorte

      Eliminar
  2. Mt mt Obrigada pelas dicas e vao segui-las e o deu blog tambem. Bjinhos

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Olá Mónica,

      Força para a sua dieta, qualquer coisa que precise, estamos deste lado para a ajudar e tirar dúvidas que lhe possam surgir!

      Bjs

      Eliminar
  4. Ola :-). Comecei a seguir o seu blog quando iniciou a dieta dos 31 dias, mas como não deu grande resultado consigo...comigo foi o mesmo,entao acabei por desistir...mas hoje decidi entrar aqui novamente e vi que não desistiu nem do blog nem da dieta ;-)... e isso é muito bom,é preciso é força de vontade e isso não lhe falta, quanto a mim é mais difícil e tenho a família que nesse aspeto não ajuda muito, estamos sempre bem e se começo a evitar certos alimentos já é motivo de preocupação e chamdas de atenção,lol! Agora li que iniciou em maio 2014 um novo regime e estou estupefata pelos resultados...11KG?! Amei. Agora ,nao sei se ao fazer o mesmo vou conseguir os mesmos resultados, seria muito bom. Meço 1.53 e peso neste momento 60kg, preciso de emagrecer 10kg, omg! Mas vou tentar, vou seguir com mais frequência o seu blog, assim certamente sera mais fácil, Obrigado. Bjinhos S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá S!

      É verdade, consegui e desta vez além de conseguir perder, consegui também manter o peso perdido o que é uma vitória redobrada!

      Ao longo destes meses fui dando algumas dicas e falei nas mudanças que fiz para alcançar o peso desejado.

      Qualquer ajuda que necessite estou sempre por aqui, combinado?

      Eu tinha as ferramentas e o conhecimento para avançar, só faltava mesmo a determinação! Um dia acordei com essa força que ás vezes que nos falta e consegui! Muitas vezes trata-se de formas simples de contornar-mos obstáculos e depois as montanhas transformam-se em vales e depois em estradas, e o caminho a seguir é muito mais fácil!

      beijo grande e força

      Eliminar
    2. Infelizmente entendo o que escreve. Dói ler pq sei q podiam ser palavras minhas.
      Tudo de bom

      Eliminar
    3. Infelizmente entendo o que escreve. Dói ler pq sei q podiam ser palavras minhas.
      Tudo de bom

      Eliminar