quarta-feira, 8 de junho de 2016

Um vazio imenso

Há dias em que sentimos um vazio, um vazio repleto de medos, dúvidas e inseguranças.
Um vazio que não sabemos como preencher, nem como esvaziar.
Um vazio que nos assombra e tira nos tira o ar.
Há dias cheios de um vazio imenso.

E depois há aqueles dias…
Que sinto medo, muito medo.
Dias em que as dúvidas são muito maiores que as certezas.
Dias em que o coração se tenta sobrepor à razão.
Dias escuros de olhares turvos.

Mas depois… depois também há
Aqueles dias em que nos sentimos cheios de força para seguir em frente.
Dias em que fechamos o coração a sete chaves para andar de cabeça erguida.
Dias em que sabemos que merecemos mais e melhor.
Dias que nos dizem que se ainda não foi, é porque não tinha de ser.
Dias que ainda doem, mas no fundo sabemos que um dia vão deixar de doer.
Dias em que acreditamos que o futuro nos pode trazer surpresas, alegrias e felicidade.
Dias que nos aquecem a alma.
Dias em que nos sentimos vivos.


Mas hoje não estou num desses dias, hoje sinto que o dia virou noite e que a noite nem sequer existiu…

#discursos-sem-sentido

Sem comentários:

Enviar um comentário